Meditação do dia 1 de Janeiro

01-01-2024

MEDITAÇÃO DO DIA

1 de Janeiro

Vigilância

"Mantemos o que temos graças à vigilância"

Como é que nos mantemos vigilantes na nossa recuperação? Em primeiro lugar, tomamos consciência de que temos uma doença e de que a teremos sempre. Não importa há quanto tempo estamos limpos, não importa quão melhores as nossas vidas se tenham tornado, não importa o quanto já recuperámos espiritualmente, ainda assim continuamos a ser aditos. A nossa doença aguarda pacientemente, pronta para nos montar uma armadilha se lhe dermos essa oportunidade. A vigilância é uma tarefa diária. Esforçamo-nos por estar constantemente em alerta e para, ao mínimo sinal, lidarmos com os problemas. Não quer dizer que tenhamos que viver sempre com um medo irracional de que algo horrível irá acontecer se deixarmos de estar atentos por um só instante; basta-nos tomar as precauções normais. Existem várias atitudes de vigilância: rezar diariamente, ir a reuniões regularmente, e optar por não comprometer princípios espirituais a favor de caminhos mais fáceis. Fazemos o nosso inventário sempre que necessário, partilhamos com os outros sempre que nos pedem, e tratamos cuidadosamente a nossa recuperação. Acima de tudo, mantemo-nos vigilantes! Temos uma libertação diária da nossa adição enquanto nos mantivermos vigilantes. Praticamos, em cada dia, os princípios de recuperação em tudo o que fazemos, e agradecemos, em cada noite, ao nosso Poder Superior por outro dia limpo.

SÓ POR HOJE: Vou ser vigilante, fazendo tudo o que for necessário para proteger a minha recuperação.