Meditação do dia 11 de Fevereiro

11-02-2024

De maldição a benção
 

"Com a recuperação fomos encontrando a gratidão ... Temos uma doença, mas é possível recuperar dela.".                                                                   A adicção activa não era nenhuma festa; muitos de nós quase não saíram com vida. Mas lamentarmos a doença, queixando-nos daquilo que ela nos fez, e lamentando-nos pelas condições em que nos deixou - isso apenas nos mantém fechados na amargura e no ressentimento. O caminho para a liberdade e o crescimento espiritual começa onde acaba a amargura, com aceitação. Não queremos com isto negar o sofrimento que a adicção causou. No entanto, foi esta doença que nos trouxe para Jogadores Anónimos; sem ela, não teríamos procurado, nem tão-pouco encontrado, a dádiva de recuperação. Ao isolar-nos, forçou-nos a procurar uma irmandade. Ao causar-nos sofrimento, deu-nos a experiência necessária para ajudarmos os outros, ajuda que mais ninguém está tão capacitada para dar. Ao deixar-nos de joelhos, a adicção deu-nos a oportunidade de nos rendermos aos cuidados de um Poder Superior amantíssimo. Não desejamos a ninguém a doença da adicção. Mas acontece que nós, adictos, já temos esta doença - mais ainda, sem esta doença provavelmente nunca teríamos embarcado na nossa viagem espiritual. Milhares de pessoas procuram durante toda a sua vida aquilo que nós encontrámos em Jogadores Anónimos: uma irmandade, um propósito, e um contacto consciente com um Poder Superior. Hoje, estamos gratos por tudo aquilo que esta dádiva nos trouxe.                                                                            SÓ POR HOJE: Vou aceitar o facto de ter uma doença, e vou seguir a dádiva da minha recuperação.