Meditação do dia 12 de Fevereiro

12-02-2024

Viver no momento
 

"Lamentávamos o passado, receávamos o futuro, e não sentíamos grande entusiasmo pelo presente."                                                                             Até termos vivido o processo de recuperação que se dá quando trabalhamos os Doze Passos, dificilmente encontraremos uma frase mais verdadeira do que a citação acima. A maioria de nós chegou a JA de cabeça baixa, com vergonha, a pensar no passado e a desejar poder voltar atrás e mudá-lo. As nossas fantasias e expectativas sobre o futuro podem ser tão exageradas que, logo num primeiro encontro com alguém, damos connosco a pensar qual o advogado que contrataríamos para um divórcio. Quase todas as experiências fazem com que recordemos algo do passado ou comecemos a projectar o futuro. De início, é difícil mantermo-nos no momento. Parece que os nossos pensamentos não param. Temos grande dificuldade em nos divertirmos. Cada vez que percebermos que os nossos pensamentos não estão centrados naquilo que esteja a acontecer no momento, podemos rezar e pedir a um Deus amantíssimo que nos ajude a sairmos de nós. Se lamentamos o passado, fazemos reparações ao vivermos hoje de modo diferente; se receamos o futuro, trabalhamos para vivermos hoje responsavelmente. Se cada vez que descobrirmos que não estamos a viver o presente praticarmos os passos e rezarmos, vamos reparar que isso já não irá acontecer com a mesma frequência que antes. A nossa fé irá ajudar-nos a viver só por hoje. Iremos ter horas, até mesmo dias, em que a nossa atenção está totalmente centrada no momento presente, e não num passado de que nos arrependamos, ou num futuro que receemos.      SÓ POR HOJE: Quando vivo plenamente cada momento, abro-me às alegrias que de outra forma me escapariam. Se estou com problemas, vou pedir ajuda a um Deus amantíssimo.