Meditação do dia 14 de Janeiro

14-01-2024
Um Deus amantíssimo
 
 
"A nossa conceção de um Poder Superior só a nós diz respeito... A única orientação sugerida é a de que este Poder seja amantíssimo, carinhoso e superior a nós mesmos. " 
Foi-nos dito que podemos acreditar em qualquer tipo de Poder Superior desde que seja amantíssimo e, claro está, maior do que nós mesmos. Alguns de nós, contudo, tiveram problemas com estes requisitos. Ou não acreditamos em nada para além de nós mesmos, ou acreditamos que qualquer coisa a que possa chamar-se "Deus" só poderá ser frio e insensato, enviando-nos má-sorte por capricho. Acreditar num Poder amantíssimo é um grande salto para alguns de nós, por muitas razões. A ideia de entregar a nossa vontade e as nossas vidas aos cuidados de qualquer coisa que julguemos capazes de nos magoar irá certamente encher-nos de relutância. Se chegamos ao programa a acreditar que Deus é julgador e que não perdoa, temos de ultrapassar essa crença antes de nos sentirmos verdadeiramente confortáveis com o Terceiro Passo. As nossas experiências positivas em recuperação podem ajudar-nos a vir a acreditar num Deus amantíssimo da nossa conceção. Fomos aliviados de uma doença que nos atingiu durante muito tempo. Encontrámos a orientação e o apoio de que precisávamos para desenvolver uma nova forma de vida. Começamos a experimentar uma plenitude do espírito onde antes só havia vazio. Estes aspetos da nossa recuperação têm a sua fonte num Deus amantíssimo, não num Deus duro e odioso. E quanto mais experimentarmos recuperação, mais confiaremos nesse Poder Superior amantíssimo.


SÓ POR HOJE: Vou abrir a minha mente e o meu coração para acreditar que Deus é amantíssimo, e vou confiar em que o meu Poder Superior amantíssimo faz por mim aquilo que eu não consigo fazer por mim mesmo.