Meditação do dia 24 de Janeiro

24-01-2024
Do isolamento ao envolvimento

 

"A nossa doença isolava-nos... Hostis, ressentidos, egocêntricos e egoístas, afastavam-nos do mundo e da sociedade. " 
A adição é uma doença que nos isola, que nos separa da sociedade, da família, e de nós mesmos. Escondemo-nos. Mentimos. Desprezámos as vidas que víamos os outros a viver, certamente fora do nosso alcance. Pior que tudo, dizíamos a nós mesmos que não havia nada de errado connosco, mesmo sabendo que estávamos desesperadamente doentes. O nosso contacto com o mundo, e com a realidade em si, estava quebrado. As nossas vidas tinham perdido o sentido, e nós afastámo-nos cada vez mais da realidade. O programa de jogadores anónimos foi especialmente concebido para pessoas como nós. Ajuda-nos a retomarmos o contacto com a vida que era suposto vivermos, tirando-nos do nosso isolamento. Paramos de mentir a nós mesmos sobre a nossa condição; admitimos a nossa impotência e o desgoverno das nossas vidas. Desenvolvemos a fé de que as nossas vidas podem melhorar, de que a recuperação é possível, e de que a felicidade não está permanentemente fora do nosso alcance. Tornamo-nos honestos; paramos de nos esconder; "aparecemos e dizemos a verdade", aconteça o que acontecer. E à medida que o fazemos, estabelecemos os laços que ligam as nossas vidas individuais à vida maior que nos rodeia. Nós, aditos, não precisamos de viver vidas de isolamento. Os Doze Passos podem restituir-nos o contacto com a vida - se nós os trabalharmos.
SÓ POR HOJE: Eu sou parte da vida que me rodeia. Vou praticar o meu programa para fortalecer o meu contacto com o meu mundo.